Um pool universitário para um jornalismo de conexão Global

Imagine um programa que conecte Africa, América do Norte e América do Sul para discutir as diferenças culturais. Pense nesse programa com múltiplas câmeras e transmitido ao vivo. Idealize uma mesa de corte que permite divisão de tela em quatro, com participantes de distantes continentes aparecendo lado a lado. Você enxerga essa produção em ambiente universitário?

Eu duvidaria até conhecer um projeto de intercâmbio cultural bem interessante. A universidade de Ryerson, no Canadá, desenvolveu uma tecnologia de streaming ao vivo em tempo real para conectar estudantes em distantes continentes SEM DELAY – aquele tempo de espera até o sinal de São Paulo chegar a Shangai e vice-versa, sabe?.

A proposta é unir estudantes em uma rede de colaboração e interação internacional, na qual o jornalista em formação participa da produção de pauta à apresentação e é estimulado a pensar os temas locais em uma perspectiva internacional. A tecnologia de transmissão é 100% baseada em conexão web e não depende de alcance (nem do custo) do sinal de satélite. O primeiro programa foi produzido em abril de 2012 e envolveu estudantes do Canadá, Estados Unidos, Nova Zelândia e Dinamarca. O tema foi alimentação.

Os professores canadenses à frente deste projeto visitaram o campus da Unisinos em 2014 para apresentar as experiências e a tecnologia usada.

Concurso de vídeos da CNN

A CNN abriu as inscrições para a quinta edição do Concurso Universitário de Jornalismo CNN. Será premiado o melhor vídeo jornalístico produzido por um estudante de comunicação.

O tema deste ano é  O uso da tecnologia no desenvolvimento social e o objetivo é incentivar o desenvolvimento do talento dos participantes e premiar o seu desempenho na elaboração de matérias jornalísticas televisivas.

O vídeo deve ter até dois minutos e ser postado no YouTube, de acordo com o regulamento. O autor do melhor vídeo  ganha uma viagem aos estúdios da CNN International, além de ter sua matéria exibida pelo canal. Cada participante poderá produzir quantas matérias quiser.

As inscrições podem ser feitas até dia 29 de junho de 2009.