Como usar o Twitter – guia para jornalistas

Pauta e fonte recorrente para jornais impressos, telejornais e programas rádios, o Twitter decidiu falar diretamente com os interlocutores que mais repercutem a sua marca: os jornalistas.

Não é novidade para tuiteiros receber via microblog alertas de notícias, ainda que os sites de notícias sejam o destino daqueles que buscam entender o que está acontecendo – para além de 140 caracteres. Os jornalistas que sabem estabelecer um diálogo ativo entre seu meio e o twitter conseguem multiplicar o alcance de um link.

Ciente desta relação, o Twitter resolveu dar uma mão para os jornalistas e publicou um guia para Redações: reportagem, engajamento e publicação.
Confira os principais tópicos:

O link search.twitter.com foi substituído por uma url mais amigável twitter.com/search. Para quem conhece os atalhos do Google, o microblog recomenda usar uma linguagem muito parecida para encontrar o que procura.

O campo de busca agora oferece a opção de busca avançada por palavras, pessoas e lugares.

Se um termo é recorrente nos temas abordados pela reportagem, pode-se salvar buscas e criar um atalho para repetir a filtragem.

Para pesquisar tweets antigos, o melhor recurso – segundo o guia – não é a ferramenta de busca do microblog e sim o buscador Topsy. O buscador mostra no caso da busca por “Bin Laden” mais de 100 páginas, incluindo tweets dos últimos cinco dias na primeira página e uma apresentação gráfica da citação do termo.

Para guardar um tweet importante para posteridade guarde o link permanente  ou tire um print do post específico, onde estará a hora exata que o tweet foi publicado, o serviço ou aplicativo usado para publicar (twitter.com, twitter para iPhone, tweetdeck, etc.) e uma amostragem dos usuários que retweetaram. Saiba como aqui.

Encontrar fontes

O Twitter selecionou três casos para mostrar o quanto o microblog pode ser útil para alertar uma notícia, localizar uma fonte ou rastrear manifestações coletivas.

O jornalista da NPR Andy  Carvin foi citado como exemplo de filtro e organizador de informações postadas sobre crises políticas na África e Oriente Médio, um espécie de “gatekeeper das mídias sociais”. Leia mais sobre o caso.

Jake Tapper foi citado como exemplo de uso do twitter para acelerar a produção de notícias. Entre a sua rede de amigos e de amigos de amigos, ele encontrou um entrevistado ideal para o programa Good Morning America.

Para o alerta de notícias e a recomendação do uso dos aplicativos mobile pelos jornalistas, o Twitter citou como exemplo o famoso tweet do pouso forçado sobre o Hudson . O fotógrafo Janis Krums  estava não só no local certo e na hora certa, mas com um celular conectado no Twitter.

Além destas orientações, o guia ainda traz orientações de como usar a marca Twitter em coberturas, especialmente de televisão.

aprenda também:
vocabulário do twitter
como bloquear um seguidor

Provinha de boas-vindas!

Bem-vindos à aula de Jornalismo online 2. Neste primeiro dia nós vamos:
+ fazer a apresentação da turma via perfil nas redes sociais
+ contratar o plano de aula do semestre – atividades práticas, conteúdos teóricos e leituras obrigatórias
+ um teste simples de nivelamento de conhecimentos
+ relembre e estude a história e as três gerações da web em especial da Zero Hora

Gabarito:
questão 1
web e rádio
tv, impresso e web
web diretamente, demais indireto
tv, rádio e web
todos

questão 2 – B
questão 3 – C
questão 4 – B
questão 5 – A
questão 6 – A
questão 7 – A