Vanusa e professora: vítimas da web?

O pesadelo de George Orwell´s que descreveu em livro o Big Brother (no caso, o Estado) que a todos vigiaria em 1984 (trocadilho para 1948 quando foi escrito) é hoje motivo de insônia para muitas pessoas superexpostas na rede mundial de computadores.  Levou um pouco mais do que Orwell havia imaginado, mas as câmeras, computadores e vizinhos que gravam todos os nossos passos são uma realidade.

Desde 2005 quando entrou no ar, o YouTube-Broadcast Yourself é um fenômeno de público e crítica. Só que em vez de as pessoas transmitirem imagens delas mesmas, como o slogan dita, elas filmam outros e postam com perfis anônimos.

Nos últimos dias, pelo menos dois assuntos polêmicos estiveram no centro da atenção do público desse site. A cantora Vanusa errando o hino nacional ainda hoje está entre os mais vistos e os mais populares. Na semana passada, uma professora baiana dançou “Toda enfiada”, foi filmada, postada e demitida.

A cantora Vanusa se apresentou na Assembleia Legislativa de São Paulo em março. Mas há uma semana caiu na rede um vídeo dela desafinando o hino nacional. Nas imagens ela aparece lendo a letra do hino e errando feio. Virou um fenômeno, ganhou uma visibilidade que não tinha desde a Jovem Guarda.  Nem quando seu filho ganhou o reality show Casa dos Artistas ela conseguiu tantos holofotes. Nesta semana deu entrevistas para programas como o da Silvia Popovic e virou matéria em muitos jornais.

O vídeo da professora que dançou o pagode “Todo enfiado” em festa na Bahia e foi demitida eu não irei embedar aqui. Mas quem quiser encontra ele no YouTube. A professora está tentando tirar as imagens do site, mas de cada um retirado, mais dois  são postados… O fato é que a vida da professora virou de pernas para o ar. A fama assolou a vida da professora primária da balada de sábado à noite para a manhã de segunda-feira. Além de demitida, ela teve que se mudar de endereço com a filha de sete anos. O vídeo já foi assistido por mais de 100 mil pessoas e ganhou as páginas das revistas eletrônicas.

A visibilidade em excesso pode ser bom para esquecidos ganharem holofotes, seguindo a máxima “falem mal, mas falem de mim”. Mas pode ser prejudicial para anônimos, que não tinham nenhuma pretensão que não viver a vida e foram flagrados pelas implacáveis lentes da tecnologia moderna.

A sorte da professora é que não só a previsão de Orwell se confirmou, a previsão de Andy Warhol também. O ícone da arte pop norte-americana teve uma frase célebre “In the future everyone will be famous for fifteen minutes”. Imagino que a professora torça para que esses longos quinze minutos passem logo para ela retomar a rotina. Já para Vanusa, se o bafo render a venda de uns cds a mais ou novos convites para eventos, tá no lucro. Até a próxima câmera captar outros 15 minutos….

Posts sobre o assunto:
Blog da Vanessa: Já criaram até um vanusator

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s