O roubo da prova

Eu roubei uma prova. Para uma menina de 10 anos, conseguir a prova era um desafio, uma aventura. Foi no colégio no ano de 1900 e deixa para lá. Confesso que havia deletado o episódio da minha memória. Os reencontros servem para isto: relembrar que teu passado te condena.

Não me lembro do que se tratava aquele exame, deveria ser matemática, só pode. Ainda hoje contas e cálculos me levam à loucura. O fato é que a turma de larápias se reuniu nesta semana, 14 anos depois de formadas do segundo grau, para contar as vantagens dos bons tempos em que armávamos crimes quase perfeitos e curtíamos amores platônicos.

Taís teve a ideia, Mari divulgou, Cris liderou e delegou responsabilidades e a Ju… fez o que mesmo? Deve ter traçado um plano de vendas da prova para os demais colegas, ou algo assim.

Mas quem ficou com a tarefa de efetivamente colocar a mão nas questões fui eu. Afinal, era descolada, desinibida, corajosa. Mas também bobalhona, ingênua e fofoqueira.

Enquanto duas distraiam a professora, eu dava o bote. Fiquei tão orgulhosa do meu feito que cheguei em casa e a primeira coisa que fiz foi… contar para minha mãe! Tsc, tsc, tsc

No SOE (serviço de orientação educacional), no dia seguinte, entrei para a lista de ovelhas negras do colégio. Mas não entrei sozinha. E também não sairia sozinha. Estava com minhas amigas para a vida. Hoje eu sei que  momentos como este provam quem é quem. O certo é que o colégio passou, os amores plantônicos viraram reais, mas as amizades e as lições ficaram para sempre.

Estávamos na quarta série do ensino médio. A professora deixou a prova que aconteceria no dia seguinte em cima da mesa.  Claro, foi uma provocação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s