Cupido por acaso

Eu adoro os acasos da vida. Eles colorem os nossos feriados desbotados. Hoje vivi um acaso que preencheu meu final de semana na cidade deserta. Fui ao cinema assistir Slumdog Millionaire com o Cris. A sala estava quase lotada quando entramos, poucos lugares disponíveis.

Mas eu gosto de sentar atrás, na última fileira. É o meu lugar preferido. Por acaso ainda tinham dois lugares, só dois, bem no alto. Ao lado de uma jovem simpática que me confirmou que as duas cadeiras estavam vagas.

O filme foi legal, achei o enredo tocante, a fotografia interessante, mas talvez precisasse de um pouco mais de ritmo na montagem. Mesmo assim valeu o ingresso.

Assim que me levanto, alguém chama meu nome. 

_ Marlise? _ Era um garoto que estava sentado junto da menina simpática .
_ Sim _ eu disse bastante desconfiada, devo ter deixado minha identidade cair, pensei.
_ Nós queríamos te agradecer por ter nos apresentado. Graças a ti nos conhecemos e estamos juntos.

Me assustei, como assim? Ou era uma pegadinha ou estou esclerosada, porque não lembrava deles. Infelizmente fiquei com a segunda opção…

_ Como assim? _ perguntei intrigada.
_ Eu sou o Felipe Munhoz e ela a Gabriela. Tu nos selecionou para estagiários no Terra. Eu em São Paulo e a Gabi aqui em Porto Alegre e nós estamos namorando.

Sim, depois eu lembrei da Gabi, ela havia mudado um pouco, cortado o cabelo e se produzido para ver o namorado_ nada que justifique meu esquecimento, claro. O Felipe Munhoz eu não poderia conhecer pela fisionomia, pois o contratei por email! Acreditem, foi verdade. E ele era meu estagiário em São Paulo, nos comunicávamos por email e telefone. Por isso da voz dele eu lembrei depois.

Apesar do episódio escancarar minha memória fraca, fiquei feliz pelos dois e pela minha flecha de cupido involuntária.  E ganhei meu final de semana de Carnaval na Capital. Sorri pelo resto da noite. Minha experiência no Terra não foi feliz para mim, mas deixei de herança a alegria de um casal muito querido. Sejam felizes!

Anúncios

Um comentário sobre “Cupido por acaso

  1. sextasessao disse:

    (Suspiro) Ô, Marlise, que lindo…. coisa boa ser cupido, de propósito ou por acaso, pouco importa.
    Gabriela acaba de ir almoçar, queria gritar pra ela: Gabi, Gabi, lê aqui

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s