Hein?!?

Fui ao Rio, visitar minha amiga Miila. No Galeão, marcamos de ela me pegar no desembarque internacional. Ela vinha de carro e eu estava esperando do lado de fora. Ao meu lado um gringo, na casa dos 50 e tantos.

O homem aguardava tanto quanto eu. Olhávamos os dois atentos para todos os carros que se aproximavam. Foi até bom, assim não me senti só naqueles instantes de expectativa.

Para minha sorte a minha carona chegou antes. A Miila parou o carro e desceu de braços abertos para mim_ não nos víamos há quase um ano. Quando eu vejo lá vai o gringo de braços abertos em direção a Miila.

_ Ops, não é com o senhor, é com minha amiga ali_ ainda explica a paciente Miila quase sendo abraçada à força.

Nem preciso dizer que ganhamos o dia, rimos muito daquela esquisitice o final de semana inteiro. A pergunta que não quer calar é quem afinal o gringo esperava?

Moral da história: gringos no Rio acham que a mulherada está sempre de braços abertos para eles.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s